Processo de Beatificação

''Não te deixes desanimar por nada.” Pe. Jordan

No dia 14 de janeiro 2011 a Família Salvatoriana e a Igreja no mundo todo tomou conhecimento pela imprensa da Santa Sé, L´Osservatore Romano, que a Igreja acolhia o mais recente Venerável, o servo de Deus Padre Francisco Maria da Cruz Jordan (no mundo João Batista Jordan).  A decisão do Sumo Pontífice Bento XVI foi tomada depois de ter escutado do Cardeal Ângelo Amado o parecer final da votação da Congregação sobre a Causa dos Santos que declara que o Pe. Francisco Jordan fundador da Sociedade do Divino Salvador (Salvatorianos) e da Congregação das Irmãs do Divino Salvador (Irmãs Salvatorianas) viveu as virtudes teologais de Fé, Esperança e Caridade, tanto em relação a Deus quanto em relação ao próximo, bem como as virtudes humanas ou cardeais da Prudência, Justiça, Temperança e Fortaleza e as demais nelas agrupadas, de maneira heroica.

Com um relato de uma graça alcançada, em Jundiaí, pela intercessão Venerável Pe. Francisco Jordan foi aberto oficialmente um processo diocesano para recolher todos os depoimentos e documentação relativa ao presumível milagre. O processo teve seu início, em Jundiaí-SP, no dia 11 de novembro de 2015 e o seu término dia 12 de agosto de 2016. Desde 2016 o processo se encontra na Congregação da Causa dos Santos em Roma esperando a conclusão da analise e o parecer final da banca de médicos, teólogos e da votação final dos bispos e cardeais que compõem a referido Congregação. Aguardemos confiantes com o final deste processo. Que seja feita a vontade de Deus.